Capa

477 anos do Recife serão comemorados em grande estilo

477 anos do Recife serão comemorados em grande estilo na Praça do Arsenal e no Teatro de Santa Isabel. Os destaques ficam por conta das apresentações de Alceu Valença e Edu Lobo.

Para comemorar os 477 anos do Recife, a Prefeitura da Cidade preparou uma programação que reúne todos os elementos de uma grande festa de aniversário, com direito a bolo e muita música. Nesta quarta-feira, dia 12 de março, a comemoração acontece na Praça do Arsenal, no Bairro do Recife, e culmina com o show de Alceu Valença às 20h. Já o Teatro de Santa Isabel recebe, às 21h, o espetáculo Edu Lobo e Quinteto, com a participação dos músicos Cristóvão Bastos, responsável pelos arranjos, direção musical e piano, Jurim Moreira, na bateria, Jorge Hélder, no baixo acústico, Carlos Malta, com sax e flautas, e Mingo Araújo, na percussão.

A programação da Praça do Arsenal começa às 17h, com o tradicional Maracatu Piaba de Ouro levando a brincadeira do terreiro da família Salustiano, que fica na Cidade Tabajara, para a praça do Recife. Na sequência, às 17h30, tem Orquestra de Frevo 100% Mulher, e a campeã do Concurso de Agremiações de 2014, a Escola Gigantes do Samba.

Para encerrar a festa, o músico Alceu Valença sobe ao palco da Praça do Arsenal, ao lado de sua banda, formada por Paulo Rafael (guitarra e violão), Tovinho (teclados), André Julião (sanfona), Nando Barreto (baixo) e Cássio Cunha (bateria), além de um naipe de seis metais da melhor escola de sopros da música pernambucana. No repertório, composições próprias como Tropicana, Cavalo de Pau, Belle de Jour e Táxi Lunar, além de músicas de Luiz Gonzaga, em Baião, Vem Morena e Sabiá, e Jackson do Pandeiro, com O Canto da Ema. O frevo também tem vez na apresentação de Alceu, com sucessos como Bicho Maluco Beleza, Diabo Louro e Me Segura Que Senão Eu Caio.

No Teatro de Santa Isabel os ingressos para o espetáculo Edu Lobo e Quinteto começam a ser distribuídos gratuitamente, a partir das 20h. Um dos maiores nomes da bossa nova brasileira, Edu Lobo retorna ao mesmo palco onde se apresentou pela última vez no Recife, em 2012. No repertório, só canções próprias, como Canto Triste, Cordão da Saideira e Beatriz.

Bolo – Dessa vez a Prefeitura decidiu inovar no formato para tornar mais prático o momento de provar da sobremesa. A iguaria será servida em porções embaladas individualmente, com cerca de 70 g de bolo de chocolate coberto com brigadeiro e granulado de chocolate. Ao todo, 3 mil fatias serão distribuídas para o público. Para cantar o parabéns, às 19h30, será preparado um bolo de três andares, também de chocolate, com recheio de brigadeiro, com 15 kg.

Educativo – Para comemorar os 477 anos do Recife o Museu da Cidade (MCR) promove a ação de educação patrimonial intitulada de “Forte das Cacimbas”, remontando a história da construção do Forte das Cinco Pontas, uma das principais referências históricas da cidade. De 11 a 29 de março, os visitantes poderão participar de contações de histórias e de uma atividade reflexiva relacionada ao tema.

A ação irá abordar a questão da água e sua importância como elemento fundamental para a construção da cidade, já que o Forte Frederico Henrique, ou das Cinco Pontas, foi construído para proteger o Recife e a fonte de água potável das cacimbas dos atuais bairros de Santo Antônio e São José.

O projeto contará com a participação da contadora de histórias Mariane Bigio e é, principalmente, direcionado às escolas das redes pública e privada, mediante agendamento. Aos sábados, os visitantes poderão participar da atividade a partir das 15h. A iniciativa será realizada na Praça d ‘Armas do Forte, o lugar onde os fatos históricos aconteceram.

O Museu da Cidade do Recife funciona de terça a sábado, das 9h às 17h, e a entrada é gratuita.

Comentários

Voltar ao topo