Cesta básica tem aumento superior à 3% em Recife

Cesta básica tem aumento em Recife
O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgou hoje que o valor da cesta aumentou 3,32% na comparação com dezembro, passando para R$ 223,16. O aumento no conjunto de produtos de primeira necessidade foi observado em 15 das 17 capitais onde a pesquisa foi realizada.
Entre as demais capitais, os maiores aumentos nesse período ocorreram em Florianópolis (10,16%), Belo Horizonte (9,81%) e São Paulo (9,30%). Em nenhuma das capitais, a alta anual foi superior ao reajuste aplicado ao salário mínimo, de 14,13%.

No primeiro mês do ano, o maior valor total da cesta básica foi encontrado na capital paulista, onde foi necessário desembolsar R$ 285,54. Em seguida, aparecem Porto Alegre, com custo de R$ 274,63; Rio de Janeiro, R$ 271,71; Florianópolis, R$ 271,64 e Vitória, R$ 271,16. Os menores preços foram registrados em Aracaju (R$ 187,88), João Pessoa (R$ 212,18) e Natal (R$ 213,63).

Ainda de acordo com os cálculos do Dieese, considerando os valores encontrados para suprir as necessidades básicas em janeiro, o trabalhador deveria ter recebido um salário mínimo de R$ 2.398,82, ou seja, 3,86 vezes superior ao mínimo em vigor (R$ 622).

Comentários

Voltar ao topo