Como está o Rio Capibaribe e o Mangue no Recife?

Entrevistamos um pescador Recifense e fomos ver de perto a situação crítica.
Rio Capibaribe

Não é de hoje que o lixo é um grande problema para a capital pernambucana, mas a questão atual envolve o meio-ambiente, animais e pessoas que sobrevivem da pesca.

Foi encontrado uma quantidade expressiva de lixo no leito do rio Capibaribe numa região em que se desenvolve também o mangue.
O que é bem preocupante, pois a biodiversidade dos manguezais se traduz em significativa fonte de alimentos e trabalho para os pescadores.
Nesses ecossistemas se alimentam e reproduzem mamíferos, aves, peixes, moluscos e crustáceos, recursos pesqueiros indispensáveis à subsistência tradicional das populações do Recife.
mangue no Recife
É triste ver esta realidade que se estende por anos e afeta tantos elementos da sociedade e meio-ambiente. Esperamos que alguma atitude seja tomada pelos órgãos de proteção do meio-ambiente e da humanidade como um todo, assim como uma postura ativa e participativa da Prefeitura do Recife e Governo do Estado de Pernambuco.
Lixo no mangue do Recife

Assista a entrevista que fizemos com Hugo, um pescador local que vivencia essa realidade cruel e que prejudica à tantos:

Comentários

Voltar ao topo