saojoaorecife2017

Desfile das Bandeiras encanta recifenses

Com o objetivo de manter vivas as manifestações populares típicas do ciclo junino, a população foi às ruas do centro do Recife para participar do Desfile das Bandeiras Juninas. A iniciativa é da Prefeitura do Recife, através da Secretaria de Cultura e Fundação de Cultura Cidade do Recife. Há 24 anos, o tradicional desfile agrega pessoas de diferentes localidades da Região Metropolitana do Recife em homenagem aos santos que compõem o ciclo junino.

saojoaorecife2017

A concentração do cortejo, que seria realizado no último dia 15, mas foi adiado em função das fortes chuvas que caíram na cidade, aconteceu na Rua Imperatriz, em frente à Igreja Matriz da Boa Vista. Às 18h, o desfile seguiu para a Ponte da Boa Vista, passando pela Rua Nova, Avenida Dantas Barreto, Rua Nossa Senhora do Carmo até o Pátio de São Pedro.

Para acompanhar as 12 bandeiras da Região Metropolitana do Recife, participaram as bandas Veneno, Som Brasil, Banda Show, Mendes e sua banda, a Associação Musical 19 de Fevereiro e a Quadrilha Junina Coração Mirim, embelezando e animando todo o percurso do desfile.

saojoaorecife2017

A compositora Socorrinho Cardoso, 48 anos, que participa do desfile das bandeiras há cinco anos, afirmou que

a emoção aumenta com o passar dos anos. “Reverenciamos os santos e mantemos viva a nossa cultura. É muito gratificante. Agradeço a prefeitura do Recife por sonhar junto com todos nós e colocar este desfile nas ruas”.

A funcionária pública Graça Costa, 50 anos, há mais de uma década leva crianças e adolescentes para o desfile, com o objetivo de passar para as próximas gerações a cultura popular. “Precisamos mostrar para essas crianças o quanto nossa cultura é rica e que precisa ser preservada. Este ano trouxe 16 crianças e jovens e eles irão passar essa experiência para frente, mantendo nossa tradição viva”.

Marinalva Silveira, 63 anos, participou pela primeira vez do desfile. “Vim acompanhando meu neto e estou amando. Recordei minha infância com essas roupas e músicas. Isso é maravilhoso”, disse, no meio do caminho.
Mesmo grávida de 7 meses, Sonaly Tavares não resistiu e foi conferir de perto a procissão. “Não conhecia e fiquei encantada. Com certeza vou voltar mais vezes”.

A chuva que insistia em cair não tirou o brilho do Desfile das Bandeiras que contou com mais de mil participantes. No final, todos os grupos e bandeiras ficaram reunidos no Pátio de São Pedro para reverenciar os santos juninos. Emoção e dança não faltaram no tradicional desfile que tem um caráter religioso e une diferentes religiões e idades.

ORIGEM – O desfile das Bandeiras Juninas foi criado em 1993, para manter vivas as manifestações populares típicas do ciclo junino. A inspiração vem principalmente do Acorda Povo, um desfile realizado em bairros do Grande Recife e adjacências que costumava acontecer na madrugada do dia 23 para o dia 24 de junho e tinha o intuito de acordar a população para brincar o São João.

Fotos: Andréa Rêgo Barros

Comentários

Voltar ao topo