Imóveis de Recife ficaram 3,4% mais caros em janeiro

Imóveis de Recife

Após uma forte desaceleração em dezembro, os preços dos imóveis tiveram a mesma alta em janeiro, de 1,1%. Segundo o Índice FipeZap Composto, a maior variação observada no mês aconteceu em Recife, onde os preços subiram 3,4%. Nenhuma das setes regiões pesquisas apresentaram redução nos preços, mas os valores no Distrito Federal permaneceram estáveis. Esses dados foram divulgados pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica(Fipe).

No acumulado de 12 meses, os preços dos imóveis confirmam uma tendência de desaceleração. Em São Paulo e no composto nacional, por exemplo, os preços subiram em média 26% entre janeiro de 2011 e janeiro de 2012, mas desde setembro do ano passado esse indicador vem caindo.

O metro quadrado mais caro do Brasil ainda é encontrado no Distrito Federal. O índice mostra que os vendedores locais pedem em média 7.788 reais por metro quadrado quando decidem se desfazer de um imóvel.

Em segundo lugar, aparece o Rio de Janeiro, com o metro quadrado médio de 6.912 reais. Como os preços têm avançado muito mais velozmente no Rio do que no Distrito Federal, é possível que em breve a capital fluminense se torne a cidade mais cara do Brasil para comprar um imóvel.

Comentários

Voltar ao topo