Recife usa método biométrico para identificar suspeitos de crimes

Máquina captura a digital
A máquina captura a digital e fornece dados sobre a pessoa examinada. Teste foi feito na entrada do estádio dos Aflitos, neste sábado.
Um novo sistema para identificação de pessoas suspeitas de envolvimento em crimes começou a ser testado no Recife, neste sábado (4). Através da utilização de um leitor biométrico, uma máquina pequena e simples que captura a impressão digital, os dados sobre a identidade da pessoa examinada são informados na hora, sem precisar levar possíveis suspeitos à delegacia.

O equipamento foi testado no estádio dos Aflitos, no Recife, onde acontecia um jogo entre Náutico e Santa Cruz, pelo Campeonato Pernambucano – além das partidas de futebol, o novo mecanismo também vai ser usado no carnaval.

O funcionamento do equipamento é simples: basta colocar o dedo no leitor e ele informa se a pessoa tem envolvimento com algum tipo de crime ou se faz parte do banco de dados nacional de identificação da Polícia Federal (PF).
Cinco leitores foram cedidos pela Polícia Federal por um período de um ano, uma experiência para a Copa de 2014.

Fonte: g1.globo.com/pernambuco

Comentários

Voltar ao topo